Passar para o Conteúdo Principal

Festa de Santo Amaro, sábado, em Alvite

20150113170538328081 1 980 2500
13 a 19 Jan 2015
É uma festa verdadeiramente popular, genuína e eminentemente comunitária, marcada por fortes rituais religiosos católicos mas também pagãos. A missa em honra do santo (Santo Amaro é padroeiro da vila), na igreja grande de Alvite, às 11 horas deste sábado, 17 de janeiro, é um dos pontos altos. O outro é o mega-almoço-convívio onde será servida a carne de um boi inteiro de 350 quilos criado ali nas serranias, a altitudes perto dos mil metros. Tal como a batata que acompanhará o prato. “É a nossa cozinha tradicional, com todos os melhores saberes e sabores do campo, cozinhados em potes de ferro”, explica Rui Clemêncio, um dos mordomos da Festa de Santo Amaro.

É uma festa verdadeiramente popular, genuína e eminentemente comunitária, marcada por fortes rituais religiosos católicos mas também pagãos. A missa em honra do santo (Santo Amaro é padroeiro da vila), na igreja grande de Alvite, às 11 horas deste sábado, 17 de janeiro, é um dos pontos altos. O outro é o mega-almoço-convívio onde será servida a carne de um boi inteiro de 350 quilos criado ali nas serranias, a altitudes perto dos mil metros. Tal como a batata que acompanhará o prato. “É a nossa cozinha tradicional, com todos os melhores saberes e sabores do campo, cozinhados em potes de ferro”, explica Rui Clemêncio, um dos mordomos da Festa de Santo Amaro.

O programa dos festejos tem início às 9 horas, com a chegada da Banda de Música de Vila Cova à Coelheira. Segue-se a missa, às 11h00, e o almoço convívio uma hora depois, no salão paroquial. À tarde, há arruada na vila pela Banda de Música e por grupos de concertinas. Já á noite, também no salão paroquial, actuação do grupo musical “Uskadkasa”.
  • c modified