Passar para o Conteúdo Principal

Armando Leandro, um cidadão de ‘Honra’

09 Dezembro 2023

Humanismo, afeto, liderança, profissionalismo, lealdade, solidariedade e acima de tudo Honra, foram as palavras mais proclamadas nos discursos de homenagem ao Juiz Conselheiro Jubilado do Supremo Tribunal de Justiça, Armando Acácio Gomes Leandro, esta sexta-feira, 8 de dezembro, no Nobre Salão dos Paços do Concelho, em Moimenta da Beira, repleto por uma constelação de notáveis da magistratura nacional (a cúpula, verdadeiramente) e de cidadãos Moimentenses, amigos e admiradores do cidadão ilustre Armando Leandro, Moimentense de Coração desde sempre.

Apesar da plêiade de insignes representantes da Justiça, a cerimónia de tributo foi singela, simples, como pedira aliás o homenageado. Começou com o discurso de João Xavier, Presidente da Assembleia Municipal de Moimenta da Beira, que no fim atribuiria a 'Medalha Municipal de Honra' a Armando Leandro, e terminou com a comunicação de Paulo Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira. Pelo meio fizeram ainda uso da palavra a Presidente do Tribunal Judicial da Comarca de Viseu, Juíza Rute Sobral, e o Presidente do Tribunal da Relação de Coimbra, Juiz Desembargador Jorge Manuel Loureiro (raízes paternas de Moimenta da Beira).

A cerimónia, porém, haveria de fechar com Armando Leandro a pedir aos presentes a concretização dos Direitos Humanos, nomeadamente o das crianças, deste modo: “Ligando às instituições judiciárias, aqui tão distintamente presentes, é possível, apesar das muitas problemáticas do presente e do futuro próximo, afirmarmos nesta questão, e noutras conexas, a valia ontológica de cada pessoa e a consequente exigência da realização dos Direitos Humanos, nomeadamente os das crianças”. E terminou agradecendo com uma citação de Santo Agostinho: “Quando muitos tomam parte na mesma alegria, a alegria de cada um é mais abundante, porque todos se inflamam uns aos outros”.

Intervenções (extratos)

“O Dr. Armando Leandro é reconhecido por todos pelo seu profissionalismo, humildade, comportamento cívico e moral. Faz parte de um leque restrito de personalidades ímpares do nosso concelho e quem sabe do país. Merece não só a presente homenagem mas também a divulgação da sua obra ao lado da justiça, e diante outros ensinamentos, realçam-se lições sobre direitos das crianças, jovens e famílias. A sua obra e o seu ensinamento são fundamentais e contribuem todos os dias para melhor harmonia social”.

- João Xavier, Presidente da Assembleia Municipal de Moimenta da Beira.

------------------------------------------------------------------------------------

“Sinto-me particularmente honrada por participar nesta justa e devida homenagem e agraciada pela mesma ter lugar nestas particulares circunstâncias de tempo e de lugar: Moimenta da Beira, concelho que integra a comarca de Viseu. Não irei enumerar as muitas funções e cargos desempenhados pelo Dr. Armando Leandro, preferindo destacar desde logo a sua permanente profícua benemérita e altruísta dedicação às causas sociais e da proteção das crianças e jovens. Foi indiscutivelmente uma das linhas condutoras da sua vida”.

- Presidente do Tribunal Judicial da Comarca de Viseu, Juíza Rute Sobral

------------------------------------------------------------------------------------

"O Dr. Armando Leandro é um exemplo maior de humildade, lealdade e solidariedade que hoje tanto nos falha. (...)foi o pioneiro da defesa dos direitos das crianças e dos jovens.

- Presidente do Tribunal da Relação de Coimbra, Juiz Desembargador Jorge Manuel Loureiro (raízes paternas de Moimenta da Beira)

------------------------------------------------------------------------------------

“O Dr. Armando Leandro é um juiz proveniente das Terras do Demo, que tanto contribuiu para o nosso país e por onde passou. Tanto fez por uma melhoria de vida de tantas crianças. A sua Moimenta, as terras das Beiras, as Terras do Demo, composta por uma comunidade acolhedora e amigável, de pessoas simpáticas e generosas, de princípios e valores estar-lhe-ão eternamente agradecidas”.

- Paulo Figueiredo, Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira

-------------------------------------------------------------------------------------

Presenças da Magistratura

- Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Juiz Conselheiro Henrique de Brito Araújo

- Presidente do Tribunal de Contas, Juiz Conselheiro José Tavares

- Procuradora-Geral da República, Conselheira Drª Lucília Gago

- Vice-Presidente do Conselho Superior da Magistratura, Juiz Conselheiro Luís Azevedo Marques

- Diretor do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), Juiz Conselheiro Fernando Vaz Ventura

- Presidente do Tribunal da Relação de Coimbra, Juiz Desembargador Jorge Manuel Loureiro

- Presidente do Tribunal Judicial da Comarca de Viseu, Juíza Rute Sobral

- Procurador Coordenador da Comarca de Viseu, Dr. Domingos Santos

- Vice-Presidente do Conselho Geral da Ordem de Advogados, Dr. Daniel Felizardo

- Administrador Judiciário da Comarca de Viseu, Dr. Vítor Mendes.

Um sublinhado ainda para as marcantes atuações, antes da cerimónia de homenagem, da Orquestra CemNotas, à entrada do Salão Nobre, e depois, da Orquestra Clássica do Centro, numa belíssima tenda instalada para o efeito na lateral dos Paços do Concelho, junto à entrada do Tribunal Judicial de Moimenta da Beira.

dsc08888
dsc08950
dsc09033
dsc08877
dsc08903
dsc08956
dsc08990
dsc09009
dsc09053
dsc09054
dsc09057
dsc09068
dsc09086
dsc09095
dsc09098
dsc09129
dsc09141
dsc09142
dsc09146
dsc09154
dsc09156
dsc09161
dsc09168
dsc09174
dsc08880
dsc08904
dsc08970
dsc08999
dsc09024