Passar para o Conteúdo Principal

Convento retratado em 10 painéis

20130605154000666660 1 980 2500
05 a 30 Jun 2013
A história da fundação e da vivência monástica e ainda da arquitectura do Convento Beneditino de Nossa Senhora da Purificação, em Moimenta da Beira, está contada em 10 painéis expostos durante este mês no átrio dos Paços do Concelho. O conjunto das imagens e dos textos é do Arquivo Distrital de Viseu.

A história da fundação e da vivência monástica e ainda da arquitectura do Convento Beneditino de Nossa Senhora da Purificação, em Moimenta da Beira, está contada em 10 painéis expostos durante este mês no átrio dos Paços do Concelho. O conjunto das imagens e dos textos é do Arquivo Distrital de Viseu.

O convento está localizado no Terreiro das Freiras, o largo mais nobre da vila, e a ideia da obra nasce em 1594 quando D. Fernão Mergulhão, na sua qualidade de desembargador da Relação de Braga e de governador do bispado do Porto e ainda de abade de S. Clemente de Basto, solicita ao Papa Clemente VIII uma Breve para fundação do Convento, ao qual ofertava um dote constituído pelas casas e terrenos que então possuía.

Passados dois anos, as obras da igreja encontravam-se já em fase de conclusão, enquanto que, em 1597, o convento obteria os privilégios desfrutados até à altura pela Congregação de S. Martinho de Tibães.

Durante os séculos seguintes, o espaço do templo foi paulatinamente enriquecido com diversos exemplares de património integrado de cariz maneirista, barroco e rocócó oferecidos por notáveis da região.

Em 1812 o Convento foi extinto pelo Bispo de Lamego, tendo sido vendidos à família dos seus actuais proprietários todos os edifícios conventuais.

Pouco tempo depois, em 1862, o povo de Moimenta solicitou a devida autorização para reutilizar publicamente a igreja conventual, que ainda hoje se mantém.
  • Convento 2