Passar para o Conteúdo Principal

Mais duas medalhas, em concurso internacional, para o espumante Terras do Demo

Imagem 1 980 2500
30 Julho 2020

Foi na 3ª edição do concurso internacional de espumantes Brut Experience, prova que avalia a qualidade de espumantes brutos e brutos naturais do mundo. Aconteceu no passado dia 10 de Julho e contou com participação de cerca de 100 espumantes de 28 países, provados por um júri de jornalistas, sommeliers, enólogos e proprietários de lojas da especialidade.

Das três medalhas de prata conquistadas pela região Távora-Varosa, duas foram para os espumantes Terras do Demo, produzidos pela Cooperativa Agrícola do Távora, em Moimenta da Beira: o Verdelho 2017 e o rosé 2018 Touriga Nacional. “Estes prémios, como tantos outros que já conquistamos, representam o reconhecimento e a continuidade da excelência dos espumantes que produzimos nesta região”, sublinha João Silva, presidente da Cooperativa Agrícola do Távora.

São as primeiras distinções aos espumantes nestes novos tempos ainda dominados pelos acontecimentos e consequências da pandemia da covid-19. As últimas que premiaram os Terras do Demo ocorreram em maio do ano passado, na 26ª edição do Concurso Mundial de Bruxelas: ouro para um Verdelho 2016 e prata para um Touriga Nacional. Por pouco (seis décimas apenas) um Malvasia Fina não conquistou a terceira. Precisava de chegar aos 85 pontos, ficou-se pelos 84,4.

A organização do concurso internacional de espumantes Brut Experience tem assinatura da Enóphilo, pelas mãos de José Miguel Dentinho e Luís Gradíssimo, que explicam que “o Brut Experience pretende distinguir e dar a conhecer, aos consumidores, os melhores espumantes nacionais e internacionais, estimular a produção de espumantes de qualidade e contribuir para a expansão da cultura do espumante”.