Passar para o Conteúdo Principal

Militares ‘invadem’ Moimenta da Beira

20140626193713351097 1 980 2500
26 Junho 2014
Chegaram em força na quarta-feira, 25 de junho, e aquartelaram-se em tendas montadas no recreio da EB2, no ginásio da escola secundária e no antigo campo de futebol do Matão. Ao todo, estão em Moimenta da Beira, até 1 de julho, 750 militares e 120 viaturas da Brigada de Intervenção (BI) do Exército português.

Chegaram em força na quarta-feira, 25 de junho, e aquartelaram-se em tendas montadas no recreio da EB2, no ginásio da escola secundária e no antigo campo de futebol do Matão. Ao todo, estão em Moimenta da Beira, até 1 de julho, 750 militares e 120 viaturas da Brigada de Intervenção (BI) do Exército português.

O contingente participa em exercícios (“JUPITER 14“) na serra de Leomil e na Barragem de Vilar que têm por finalidade treinar e testar toda a capacidade de planeamento, comando e controlo da BI enquanto Grande Unidade da Componente Operacional do Sistema de Forças do Exército, avaliando deste modo a capacidade operacional desta brigada, tendo como referencial organizar e treinar os seus militares para responderem a todo o espetro da conflitualidade actual.

A Brigada de Intervenção foi criada em 2006 no âmbito da reorganização orgânica do Exército e tem o Comando instalado na cidade de Coimbra. Desde 1998, inicialmente como Brigada Ligeira de Intervenção, e posteriormente como Brigada de Intervenção, aprontou e projetou 6500 militares para os teatros de operações da Bósnia-Herzegovina, Kosovo, Timor, Líbano, Iraque e Afeganistão.
  • c
  • d
  • e
  • f