Passar para o Conteúdo Principal

Ministra da Agricultura prometeu em Moimenta da Beira medidas imediatas para combater prejuízos de intempéries

1 1 1024 800
06 Junho 2020

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, prometeu hoje, sábado, 6 de Junho, em Moimenta da Beira, estudar medidas, “algumas imediatas”, para fazer face aos prejuízos causados pelo granizo do último fim-de-semana nas regiões de Trás-os-Montes, Douro Sul e Cova da Beira.

“São medidas que se vão dividir em duas partes. A primeira, de medidas imediatas, para fazer face ao prejuízo; a segunda, passará pela possibilidade de criar uma linha de crédito de apoio à tesouraria ao fundo de maneio”, disse a governante.

Maria do Céu Albuquerque esteve reunida com mais de duas dezenas de autarcas das regiões mais afetadas pela tempestade de granizo, que arrasou pomares, vinhas e outras culturas.

Moimenta da Beira, um dos maiores produtores de maçã do país, foi dos concelhos mais atingidos pela intempérie. As contas aos prejuízos são de muitos milhões de euros e o Presidente da Câmara Municipal, José Eduardo Ferreira, anfitrião do encontro, reivindicou à ministra a adoção de medidas urgentes e o encontro de soluções definitivas, de modo a que, no futuro, os agricultores estejam protegidos das tempestades. “É urgente que os nossos fruticultores tenham apoios para poderem avançar com a cobertura dos seus pomares”, lembrou o autarca, que exigiu urgência, e urgência também para o seguro de colheitas “que tem de ser melhorado”.

A governante está disponível para apoiar e foi mesmo visitar um desses pomares cobertos com redes anti-granizo que já existe em Moimenta da Beira, na localidade de Paçô. “Instalei esta cobertura há quatro anos e, desde que a tenho, nunca mais tive prejuízos significativos. Tenho alguns, claro, mas nas pontas, mas como os que tinha, nunca mais tive”, admitiu Cassiano Mendes.

No entender da ministra, os agricultores podem avançar para uma solução destas “de diversas maneiras” e, uma delas, é “através de uma linha de crédito”, um instrumento financeiro que o Governo criou “entre o PDR e o BEI para apoiar investimento e este é um investimento que tem de caber nessa tipologia”.

A Cooperativa Agrícola do Távora, também em Moimenta da Beira, foi outro equipamento que a governante visitou.

2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19