Passar para o Conteúdo Principal

Governo prorroga período crítico de incêndios devido à previsão de tempo seco e quente. Queimadas proibidas até 10 de outubro

Imagem 1 1024 800
30 Setembro 2019

A época de fogos considerada mais crítica terminava hoje, segunda-feira, 30 de Setembro, mas foi prolongada até 10 de outubro devido à “manutenção do risco de incêndio rural em níveis elevados”. Assim, as queimas e queimadas continuam proibidas até àquela data. A prorrogação do prazo foi decretada pelo Governo, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

O Despacho do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, publicado esta segunda-feira, em Diário da República, que justifica o alargamento do prazo até 10 de Outubro, assinala a previsão da “manutenção do risco de incêndio rural em níveis elevados (…) tendo em consideração as circunstâncias meteorológicas prováveis para os primeiros dez dias do mês de Outubro, de temperaturas com valores acima do que é o padrão para a época, uma baixa probabilidade de ocorrência de precipitação com uma previsão do nível de precipitação abaixo da média, com tendência para tempo seco e quente em todo o território nacional”.