Passar para o Conteúdo Principal

Associação ‘Lobos Uivam’ galardoada no Prémio Nacional Agricultura

Lobos uivam  1  1 980 2500
03 Março 2018
O júri do Prémio Nacional Agricultura 2017 acaba de galardoar, com uma ‘Menção Honrosa’, na categoria ‘Associações/Cooperativas’, a Associação de Desenvolvimento Rural ‘Lobos Uivam’ sediada no lugar do Senhor dos Aflitos, freguesia de Caria, concelho de Moimenta da Beira, pela excelência do trabalho de defesa e promoção da floresta que tem desenvolvido ao longo dos anos. O galardão foi entregue em Lisboa, na sexta-feira passada, 1 de março, a Vítor Ferreira, presidente da associação (assinalado na foto), em cerimónia presidida pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.

O Prémio Nacional de Agricultura promove, incentiva e premeia os casos de sucesso da Agricultura e Agro-indústria, Florestas e Pecuária, enquanto motor de crescimento da economia portuguesa. Nesta edição de 2017, a iniciativa, que é promovida pelo Correio da Manhã, Jornal de Negócios e BPI, distinguiu 17 desses casos de sucesso, entre cerca de 1300 candidaturas. Um orgulho para a associação ‘Lobos Uivam’.

Na sua página online lê-se que a “Associação de Desenvolvimento Rural Lobos Uivam, fundada em 18 de Fevereiro de 1998, (…) tem por objeto a defesa e promoção dos interesses dos produtores e proprietários florestais e o desenvolvimento de preservação e valorização das florestas, dos espaços naturais, da fauna e flora”. Lê-se ainda que o seu trabalho passa também por “promover e, coordenar e participar em ações de carácter económico nomeadamente agropecuário e florestal e/ou sócio cultural de interesse específico em geral, mas necessário ao desenvolvimento do meio rural, que se insere, bem como de uma maneira geral, a valorização do património fundiário e cultural dos seus associados. Tem como área de intervenção a freguesia de Caria e limítrofes. Desde a sua criação já foram feitas intervenções de limpeza e plantação de floresta em 719 hectares das freguesias de Ariz, Peravelha, Caria, Arcozelo e Carregal”.

Ainda no mesmo sítio online é dito que “a Associação de Desenvolvimento Rural Lobos Uivam, nos anos anteriores tem tido como principal objetivo, contribuir para um Desenvolvimento Rural e Sustentável, favorecendo e valorizando os recursos do território, os recursos humanos e o seu conhecimento. Mas reconhecendo a importância que o sector agrícola e florestal, sempre tiveram no desenvolvimento das zonas rurais, e tendo em conta a época em que vivemos, entendeu-se que é cada vez mais necessário, mesmo fundamental, dinamizar, revitalizar e desenvolver outras atividades tradicionais que se perderam no tempo e outras atividades inovadoras, de modo a estancar o êxodo, a combater a desertificação de campos e de escolas. Assim, a nossa associação, representando quase meio milhar de associados, atenta a este fenómeno social e ambiental, abraçou duas causas: a Defesa da Floresta e dos seus Recursos Faunísticos e Florísticos, e a Defesa dos Valores Culturais e Práticas Tradicionais das Populações Rurais, recuperando recursos naturais e ambientais, e velhas tradições, estimulando o desenvolvimento das suas múltiplas potencialidades".

"A Associação dando continuidade ao projeto que tem vindo a executar, centrou a sua intervenção num conjunto de ações que julgamos fundamentais, no sentido de reestruturar o seu funcionamento interno, bem como reforçar as suas linhas de desenvolvimento, no quadro dos objetivos estratégicos que traçou e que tem vindo a aprofundar: 1) Desenvolvimento sustentável da floresta; 2) Ensino e formação profissional; 3) Animação turística, cultural, desportiva e de lazer”.
  • Lobos uivam  2  1 980 450
    Lobos uivam  2  1 139 90
  • Lobos uivam  3  1 980 450
    Lobos uivam  3  1 139 90
  • Lobos uivam  4  1 980 450
    Lobos uivam  4  1 139 90
  • Lobos uivam  5  1 980 450
    Lobos uivam  5  1 139 90