Passar para o Conteúdo Principal

Expodemo em construção

19 a 24 Set '12
20120919190504403263 1 970 2500

É uma roda-vida a dois dias da abertura da Expodemo. Máquinas e homens numa lufa-lufa sem paragens para darem vida ao certame. Que se deseja vivo, participativo e envolvente. Majestoso e nobre também. Sete dezenas de stands, em redor dos Paços de Concelho, estão a ser montados para acolherem igual número de empresas, instituições e entidades locais, regionais e nacionais.

É uma roda-vida a um dia da abertura da Expodemo. Máquinas e homens numa lufa-lufa sem paragens para darem vida ao certame. Que se deseja vivo, participativo e envolvente. Majestoso e nobre também.

Sete dezenas de stands, em redor dos Paços de Concelho, estão a ser montados para acolherem igual número de empresas, instituições e entidades locais, regionais e nacionais.

E o desfile músico-teatral está também a ser ensaiado com dezenas de alunos das escolas de Moimenta da Beira, sob a direcção artística de José Rui Martins, da Acert. Noutro espaço, Marta Silva, cenógrafa também da Acert, constrói com vime e papel figuras fantasmagóricas e maças gigantes que vão incorporar o desfile. Tudo com a ajuda de jovens voluntários e gente mais velha da Universidade Sénior de Moimenta da Beira.

Três palcos dispersos pelo recinto foram já armados. Neles vão actuar os “Caja Bucalho”, uma banda de free music, de Lisboa, na sexta-feira à noite; no sábado, também à noite, será a vez da Orquestra Aeminium, que interpretará temas que venceram o Festival da Canção da RTP, desde 1964. Em simultâneo, decorrerá um espectáculo áudio-visual que recordará memórias e acontecimentos ocorridos em Moimenta da Beira; e no domingo, ao fim do dia, a encerrar o evento, subirá ao palco a Orquestra de Acordeões do Conservatório de Música de Viseu.

A Expodemo é inaugurada esta sexta-feira, 21 de Setembro, às 18 horas, e prolonga-se durante o fim-de-semana.

  • Expodemo 3
  • Expodemo 4
  • Expodemo 5
  • Expodemo 6