Passar para o Conteúdo Principal

União de Freguesias de Peravelha, Aldeia Nacomba e Ariz

Peravelha / Aldeia de Nacomba / Ariz

imagemPeravelha tirou o seu nome das pedras monumentais em que nasceu. Os seus primeiros habitantes perdem-se na obscuridade do neolítico, vindos certamente da Europa, talvez da primeira migração de Celtas. Por ali ficaram e, as grutas naturais sob as rochas, foram a sua primeira habitação. Os troços dos rios Paiva e Varosa que serpenteam o planalto, tornou-o fértil e por conseguinte um lugar de eleição para o homem neolítico. Vieram os romanos e romanizaram o vale, mas lá em cima, os homens da têmpera dos Lusitanos defenderam o seu território.

Passaram os mouros de Almançor “na vaga selvagem que lhes destruiu o castelo o séc. X - atravessando Almançor a Serra de Pêra...“, regista a história. Regressaram os Godos vindos das Astúrias; conquistaram e repovoaram Caria. O Homem da Nave teima em viver na serra, e no vale surgem as vilas. Verifica-se uma nova reorganização territorial daquela zona. Peva ou Pera passou a formar uma unidade territorial com Peva, Ariz e Soutosa.

História, Paisagem e Património de Peravelha e Carapito (excertos do livro 'Avatares da Memória', de Jaime Gouveia, que colige uma série de artigos publicados no Jornal Beirão)
Locais a visitar:
  • Igreja Matriz de S. Miguel
  • Necrópole Megalítica
  • Estátua Menir
  • Castro de Peravelha
  • Penedo da Fonte Santa
Festas e Romaria 

imagem

Aldeia de Nacomba

imagemA mais pequena freguesia do concelho localiza-se na Serra de Nacomba. É terra muito antiga e, no censo de 1527, aparece com a denominação de Dona Comba, possivelmente a proprietária deste pequeno povo, outrora pertença do já extinto concelho de Caria. Era usual em tempos de antanho os moradores desta localidade albergarem na Capela de N.ª Sr.ª Das Portas Abertas os peregrinos que, destemidos, deambulavam pela lages de pedra dos troços de via romana para manifestarem a sua devoção em Santiago de Compustela.

História, Paisagem e Património de Aldeia de Nacomba (excerto do livro 'Avatares da Memória', de Jaime Gouveia, que colige uma série de artigos publicados no Jornal Beirão)

Locais a visitar:
  • Calçada Romana
  • Igreja Paroquial
  • Capela de N.ª Sr.ª das Portas Abertas
  • Capela e Morro de Santa Bárbara
Festas e Romarias 

imagem

Ariz
imagem

Êuscaros, bascos ou vasconços, eram povos antios, vestígios dos ainda mais antigos iberos, que marcaram a sua presença pelas Terras do Demo, conforme nos indica a origem do nome da freguesia - Ariz, que em Euskara, quer dizer penedo. Alarico I foi um herói dos Visigodos, sob o comando do qual, no séc. XV, conseguiu conquistar a Roma Imperial. Esta localidade terá sido uma quinta, uma vila de Alarico há mais de dez séculos. Ariz, que até 1834 foi pertença do concelho de Pêra e Peva, é hoje uma povoação que emana uma grande historicidade que remonta ao III milénio (a.c) e que convida ao seu conhecimento.

História, Paisagem e Património de Ariz (excerto do livro 'Avatares da Memória', de Jaime Gouveia, que colige uma série de artigos publicados no Jornal Beirão)

Locais a visitar:
  • Povoado do Castelo
  • Igreja Matriz
  • Ponte “Romana”
  • Moinhos de Água
  • Sepulturas Antropomórficas
  • Forno Comunitário
Festas e Romarias

imagem
União de Freguesias (composição)
Presidente José Dias Lopes
Secretário José Amadil Marcelino Fernandes
Tesoureiro Belarmino Pereira Gomes
Morada/contactos
Estrada Municipal
3620 - 432 Peravelha
Telf. - 254 583 091
E-mail - f-peravelha@sapo.pt
GPS: 40.922037, -7.640409
uniao da freguesias de Pera Velha Aldeia de Nacomba e Ariz peravelha aldeia de nacomba  ariz