Passar para o Conteúdo Principal

Leomil

imagem
Nos finais do séc. IX, com a reconquista e o repovoamento que marcaram Afonso III das Astúrias, o antigo nome deste espaço foi substituído pelo presor godo Leomiro ou Ledemiro, que fundou aqui a sua Villa Leodimiri. Muitos povos terão passado e vivido neste território; a romanização é indiscutível e a sua pré-história é visível na vastidão dos monumentos megalíticos que pontilham esta freguesia. Nos fins do séc. XIII já vigorava em Leomil o regime municipal, ficando um dos mais célebres e vastos coutos medievais portugueses. No séc. XVI, com o desaparecimento dos Condes de Marialva, extingue-se o Couto de Leomil e, a reforma administrativa incumbe-se de abolir este abalizado concelho e integrá-lo no de Moimenta da Beira em 1855.

História, Paisagem e Património de Leomil, Paraduça, Semitela e Beira Valente (excertos do livro 'Avatares da Memória', de Jaime Gouveia, que colige uma série de artigos publicados no Jornal Beirão)
Locais a visitar
  • Igreja Paroquial
  • Praça do Pelourinho (antiga casa da câmara e da cadeia e Pelourinho de Gaiola)
  • Casa dos Coutinhos
  • Casa dos Mergulhões
  • Solar dos Viscondes de Balsemão
  • Fonte da Picota
  • Largo do Outeiro
Festas e Romarias 

imagem
Junta de Freguesia (composição)
Presidente José Luís dos Santos Rosário
Secretário Francisco Aurélio Aguiar
Tesoureiro António José Rebelo
Morada/contactos
Avª. Leontino da Fonseca Martins
3620 – 164 Leomil
Telf. - 254 586 364
E-mail - jfleomil@mail.telepac.pt
imagem